quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Bandida?!???


Ultimamente tenho perdido o sono e passado noites e noites acordada, pensando, relembrando e me martirizando por coisas que eu, com uma simples iniciativa poderia ter mudado no início. Foram tantas promessas falsas, tantas mentiras, tanta sacanagem...

Mas não adianta, se a gente colocar na balança o nosso nível de culpa e o da outra pessoa... o nosso também vai pesar.

Como todos estão cansados de saber, eu sou solteira, livre, faço o que tenho vontade e vivo na "bandidagem"... Bandidagem no sentido de saber curtir a minha vida sem mais me prender a nada. Isso mesmo! E pior que em cidades pequenas as "bandidas", assim como me conceituam, são olhadas de um jeito diferente pelas "santinhas de porta de igreja"... aquelas que diante dos olhos dos outros são os exemplos para qualquer mocinha... mas que, por trás dos rostinhos comportados e sem maquiagem aprontam coisas que até Deus duvida!

Às santinhas, deixo aqui meus parabéns pelo tanque cheio de roupas que acabaram de lavar, por terem juntado aquele monte de cuecas largadas no chão, por trocarem os lençóis depois de encontrar uma toalha pingando em cima da cama, e pelo almoço que já deve estar quase pronto esperando o marido chegar, comer até ficar doente e reclamar que estava horrível.

Sinceramente!!! Essa vida não é pra mim!

As minhas grandes desilusões me tornaram o que sou hoje. Uma pessoa centrada naquilo que quero, sozinha, aprendi que não dependo dos outros pra ser feliz, e muito festeira... Bandida mesmo! Prefiro fazer a felicidade de uns e ser a dor de cabeça de outras... Sem me envolver...

"Prefiro ser a tentação!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário