terça-feira, 27 de abril de 2010

Alguns Anos

A garota era a mesma. A mesma cor de batom, o mesmo jeito de andar, a mesma marca de cigarros.
É claro que algumas diferenças podiam-se notar: mas continuava sendo a mesma garota.
Seu sorriso estava um pouco mais fácil. Mas seu coração, muito mais desconfiado.
O que alguns anos podiam ensinar? A ela, ensinaram que as pessoas mentem gratuitamente, por motivos insignificantes; ensinaram que todos mudam, na maioria das vezes, para pior; e que no final das contas, todos, um dia, a decepcionavam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário