quinta-feira, 21 de junho de 2012

Simplesmente... Antônia Laísa


Situação Sub-Humana
Estive visitando o morador de rua Marco Antônio, e me emocionei com a situação que ele está enfrentando há cerca de três meses. O caso dele é lamentável e eu acho bom retratrar até porque algumas pessoas na
cidade pensam que esse tipo de coisa não acontece em São Gabriel, o que não é verdade. O que me deixou mais triste, e porque não dizer furiosa, é que um funcionário da Prefeitura, que não poderia, é claro, resolver o problema, mas tem a obrigação, como ser-humano, de levá-lo até pessoas que podem dar uma assistência, que são pagos para isso, simplesmente ameaçar encostar uma caçamba e despejar o pobre homem e as poucas coisinhas que possui em um mato, sem assistência, na intenção de se livrar mesmo do problema. Jogando o homem no meio do mato, sem ter condições de se transportar para o centro da cidade para trabalhar, catando materiais para reciclagem, longe de tudo e de todos, se livrariam mesmo do tal “problema” que é para eles, pois, pensem comigo, na primeira chuva com vento forte, nem quero imaginar o que aconteceria com ele, que também poderia morrer de fome naquele lugar.
É lamentável o que está acontecendo nesse governo sem serventia, de gente mesquinha, que dormem abrigadinhos em suas belas casas, cheios de mordomia e, quando aparece uma situação como essa, logo tentam se livrar ao invés de resolver. Não sei qual a verdadeira intenção desse prefeito. Não sei se ele é um coitado que até o funcionário de  mais baixo escalão manda mais do que ele, ou se ele realmente não está nem aí para o povo, que é o que aparenta. Em ano eleitoral, um absurdo desses acontecer, não pode passar despercebido pelo povo. Se agora isso acontece, imaginem dentro dos quatro anos de governo, quando as mentes deles não estão nem pensando em reeleição? Nem um animal pode ser tratado como eles estão tratando esse ser-humano. É de dar nojo atitudes como essa! Teve também um vereador, no mínimo de algum dos partidos aliados ao do prefeito, que foi lá e mandou o homem armar seu barraco embaixo de uma ponte. Que vergonha! 
Não estou dizendo que ele deva permanecer ali, também não concordo, mas acho que ele deveria receber uma ajuda para sair das ruas. É um homem honesto, educado. Será que seria um prejuízo ajudá-lo, abrigá-lo em algum local seguro, por se tratar somente de 1 voto?  

Denúncia!
A atual vice prefeita e pré-candidata a vice prefeita agora pelo PSB, Sandra Weber, foi taxativa ao afirmar em uma entrevista na Rádio São Gabriel (digo o nome da rádio, até porque não tenho problema nenhum em escutar todas as emissoras. Se eles tem problemas conosco, o problema é deles) que “Pessoas do atual governo estão comprando fazendas com dinheiro público”. Quem serão essas pessoas? Fica o ponto de interrogação!

Quem escolhe o final?
O cenário político para as próximas eleições está montado em São Gabriel e, quem escolherá o resultado final somos nós, eleitores. Chegou a hora das promessas falsas, falsos beijinhos, bons tratamentos fingidos, compra de votos e todos os absurdos que já são tradicionais na nossa São Gabriel - “Terra dos herdeiros somente dos nomes de Marechais mortos”. Nesse momento é bom lembrar: não aceitem que venham com rostinhos sorridentes querendo comprar seus votos. Quem vende o voto agora, ainda durante a campanha política, não vai possuir abertura para cobrar as promessas de campanha depois que o candidato for eleito. Vendeu... está pago! Pensem nisso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário